Para apoio em Inglês, pergunta por ajuda em ReSwitched no Discord.
Se estiveres grato por este guia, aceito Donativos.


Para guias completos de homebrew e custom firmware para outras consolas, consulta Hacks.Guide.


Lê cuidadosamente todas as páginas introdutórias (incluindo esta!) antes de proceder.

Este guia está disponível noutras linguagens! Clica no ícone na parte superior direita da página para mudar a linguagem.
Alternativamente, clica aqui para ajudar a manter estas traduções atualizadas.

O que é Homebrew?

Homebrew normalmente refere-se a software que não é autorizado pela Nintendo. Isto inclui ferramentas de homebrew, aplicações, jogos e emuladores.

Se a tua consola estiver na versão do firmware 2.0.0-3.0.0, executar homebrew na tua consola é 100% gratuito usando apenas o navegador do sistema. Versões de firmware mais baixas podem atualizar para 3.0.0 com o uso de um cartão de jogo. Versões de firmware mais elevadas podem bloquear atualizações futuras de forma a assegurar acesso a futuras vulnerabilidades. Se a tua consola estiver na versão de firmware 1.0.0, podes executar homebrew através de uma cópia da versão japonesa do Puyo Puyo Tetris S.

O que é Custom Firmware?

Quando for lançado, o Custom Firmware (“CFW”) vai-te permitir o uso de hacks mais avançados do que o homebrew a “nível do utilizador” não pode fazer tão facilmente. Está atualmente em desenvolvimento, e tem uma data de lançamento prevista para junho de 2018. Para mais detalhes, vê FAQ: Fusée Gelée.

Adicionalmente, dependendo do tempo de disponibilidade de desenvolvimento, é possível que dispositivos na versão 1.0.0 possam ver um lançamento antecipado de CFW devido a uma vulnerabilidade exclusivamente de software que não está presente em versões posteriores.

Se a tua consola estiver na versão do firmware 1.0.0 e estiveres interessado em acesso a CFW antecipado, a tua melhor opção atual é seguir esta página do guia Bloquear Atualizações, pega numa cópia japonesa do Puyo Puyo Tetris S (o que será necessário para o Custom Firmware antecipado), e esperar pacientemente por um lançamento de CFW.

Se a tua consola estiver na versão do firmware >=3.0.1, a tua melhor opção atual é seguir a página Bloquear Atualizações deste guia e esperar pacientemente por um lançamento de um CFW.

O que é que este guia instala?

Este guia, no momento presente, ativa o acesso ao Homebrew Launcher a partir da vulnerabilidade do navegador, embora “instalado” não é particularmente uma boa descrição. Isto é porque a vulnerabilidade tem que ser novamente executada após cada reinício a fim de reativar o acesso ao Homebrew Launcher.

Se estiveres familiarizado com o “jailbreaking” de dispositivos iOS, esta ideia poderia ser considerada análoga a um “semi-untethered jailbreak”.

O que é que eu preciso de saber antes de começar?

  • Apesar dos hacks da Switch estarem constantemente a progredir, eles ainda não estão num estado de fácil utilização. Como tal, este guia poderá requerer algum conhecimento técnico de forma a resolver quaisquer problemas que possam surgir.
  • O âmbito da modificação de dispositivos está limitado para a maioria do homebrew atual, o que significa que há uma pequena hipótese de perda de dados ou dano à consola ao usar aplicações homebrew populares.
  • Este guia irá funcionar em todos as consolas Switch nos firmwares desde 1.0.0 até 3.0.0, com todas as outras versões a terem um apoio futuro planeado para CFW. Há umas instruções incluídas para bloquear atualizações em dispositivos com versões do firmware >=3.0.1.
  • Vais precisar de um cartão micro SD para a tua consola. Deveria ser formatado como FAT32 e MBR, não GPT (a maioria dos cartões micro SD irão ser formatados desta maneira por omissão).
  • Se a tua Switch não ler o teu cartão micro SD maior que 32GB sem uma Atualização do Sistema, podes usar o guiformat no Windows para o formatar como FAT32 com um Tamanho da Unidade de Atribuição de 32KB (32768).

Continuar para Começar